Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017
03 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Globo Esporte

Sob pressão, COB recebe propostas de mudanças no estatuto

Organizações apresentam sugestões para mudança no estatuto, que depende da aprovação de comissão da entidade e do COI. Candidatura à presidência é facilitada.
Assembleia Extraordinária Geral do COB (Foto: Gabriel Fricke)

As mudanças no esporte do país após a saída de cena de Carlos Arthur Nuzman, em outubro, passam por reuniões semanais no Comitê Olímpico do Brasil (COB). São os encontros de uma comissão para reformar o estatuto da entidade. Presidida pelo representante dos atletas, o ex-judoca Tiago Camilo, dela fazem parte os presidentes das confederações brasileiras de vela, Marco Aurélio de Sá; de esgrima, Ricardo Machado; e de atletismo, José Antônio Martins Fernandes.

 

A pressão pelo novo estatuto é grande. O COB ainda está parcialmente suspenso pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Já pode participar de encontros internacionais, mas uma verba de cerca de R$ 7 milhões está retida. Nesta quarta, a comissão ouviu sugestões de representantes da sociedade civil, duas associações sem fins lucrativos que buscam desenvolver o país através do esporte: a "Atletas Pelo Brasil", presidida pelo ex-jogador de futebol Raí, e a "Sou do Esporte", liderada por Fabiana Bentes. Na mesa, pedidos para dar aos atletas maior poder de decisão, um controle melhor da distribuição do dinheiro público e a abertura para a candidatura para a presidência do COB. Movimentos que seriam fundamentais para resgatar a reputação da entidade que controla o esporte olímpico no país.

 

A proposta de abrir a votação para presidente do COB para todos os atletas, tal como uma "Diretas Já", foi adiada neste primeiro momento dada a dificuldade de logística. Mas esta e qualquer outra mudança poderia ser prevista através de outra recomendação: a possibilidade de mudar o estatuto a cada dois anos.

 

- Não seria um estatuto para o resto da vida, como ficou com o Nuzman por 20 anos. Ele já vem com previsão de análise para sofrer mudanças. É um pontapé inicial. Estou esperançosa. O momento agora não é bater mais no Comitê. Estamos dando um voto de confiança - disse Fabiana.

 

Segundo a presidente da "Sou do Esporte", as sugestões foram bem recebidas, mas ainda precisam ser aprovadas pela comissão. A resposta virá na próxima semana. A versão do estatuto será apresentada às associações, que podem aprovar ou pedir novas mudanças, a serem acatadas ou não. O documento precisa ser aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) antes de ser votado na próxima assembleia do COB, no dia 22 de novembro.



Untitled Document
Últimas Notícias
Onevan acompanha Reinaldo em entrega e lançamento de obras
Líder City marca no fim e bate Feyenoord
MS projeta que Fundo de Equilíbrio Fiscal tenha adesão de 700 indústrias
Untitled Document