Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017
24 de OUTUBRO de 2017 | Fonte: Agência ALMS

Legislativo e TRE assinam termo que viabiliza ceder servidores para auxílio na biometria

Vinte e três servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul serão cedidos para auxiliar na execução do Programa Biometria 2016/2022, da Justiça Eleitoral.

Na tarde desta terça-feira (24/10) foi celebrado o Termo de Cooperação entre a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), que viabiliza a cedência de 23 servidores do Legislativo para auxiliar na execução do Programa Biometria 2016/2022, da Justiça Eleitoral.

Parceira entre a Casa de Leis e TRE-MS irá auxiliar no cadastro da biometria dos eleitores de Campo Grande (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

"Teremos uma perda significativa de eleitores se não houver essa força tarefa. Neste sentido estamos auxiliando para prevenir que um problema maior seja causado. Aqui é uma Casa Legislativa e os eleitores são de imensa necessidade para desenvolvermos nosso trabalho. Eu agradeço aos deputados e aos servidores e desejo que possamos dar a nossa melhor contribuição neste trabalho, porque o Legislativo é o poder da democracia, é o poder que representa a população, cujos representantes são eleitos por meio do voto, então é fundamental oportunizar uma estrutura  para que o cidadão possa se cadastrar e assim expressar sua vontade política por intermédio das urnas”, afirmou o deputado Junior Mochi (PMDB), presidente da ALMS.

 

A diretora-geral do TRE-MS, Letânia Coutinho, explicou que inicialmente houve uma visita ao deputado Junior Mochi, o qual possibilitou que fossem feitas visitas aos parlamentares nos gabinetes para solicitar o apoio dos mesmos. “É uma meta de todos nós cidadãos podermos realizar os cadastros, porque não queremos que os títulos dos eleitores do nosso Estado sejam cancelados”, alertou a diretora.

 

Ela destacou ainda que o eleitor que não realizar o cadastro da biometria até 18 de março de 2017 terá o seu título cancelado e com isso ele não poderá votar, ficará impedido de tirar o Cadastro da Pessoa Física (CPF), passaporte e ainda não poderá se inscrever ou tomar posse em concursos públicos, entre outras dificuldades que o cidadão poderá enfrentar.

 

“Para nós do TRE é importantíssimo poder contar com pessoas comprometidas e competentes. Estamos com uma grande demanda e precisamos desta força tarefa. Hoje nossa maior dificuldade para efetivação de projeto é pessoal e nós da Justiça Eleitoral estamos trabalhando em prol da cidadania. Nosso objetivo é alcançar o maior número de cadastros de eleitores em Campo Grande”, informou Letânia.

 

A servidora Maroly Oliveira, da Secretaria de Infraestura, destacou a importância de fazer parte dos funcionários que irão auxiliar o TRE-MS. “É maravilhoso participar. Já fui voluntária no tribunal e eu vejo como de suma relevância e necessidade trabalhos pelo coletivo”, ressaltou. Já o servidor Renato Ramos dos Santos, do gabinete parlamentar do deputado Felipe Orro (PSDB), complementou. “Poder contribuir com este trabalho é exercer a cidadania é servir a nós mesmos com esta tarefa a ser realizada. O curto prazo para a execução do cadastro requer a união de instituições em prol do nosso Estado”, revelou.

Além de Mochi, participaram da assinatura os deputados Grazielle Machado, João Grandão e Zé Teixeira (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

Também assinaram termos de cooperação na cedência de funcionários e fazem parte da parceria a Câmara Municipal de Campo Grande, o Comando Militar do Oeste (CMO), o Governo do Estado, a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS). Além de Mochi, participaram da assinatura os deputados Grazielle Machado (PR), João Grandão (PT) e Zé Teixeira (DEM). 

 

Serviço - Locais e horários de atendimento para Biometria - Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho, na Av. Fernando Corrêa da Costa, 559 - Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h; sábado, das 8h às 14h; Central de Atendimento ao Eleitor, na Rua Delegado José Alfredo Hardman, 180 - Parque dos Poderes), de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h; Centro Integrado de Justiça (CIJUS) - atendimento diário limitado a 200 eleitores, na Rua 26 de Agosto, esquina com Calógeras, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h; Posto de Atendimento Eleitoral - Fácil Guaicurus - atendimento diário limitado a 150 eleitores, na Av. Gury Marques, 5111 - Bairro Universitário (em frente ao terminal Guaicurus), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; Posto de Atendimento Eleitoral - Fácil General Osório, atendimento diário limitado a 100 eleitores, na Rua Santo Ângelo, 51 - Bairro Coronel Antonino (frente ao terminal General Osório), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; e Posto de Atendimento Eleitoral - Fácil Aero Rancho, atendimento diário limitado a 150 eleitores, na Av. Marechal Deodoro, 2603 - Bairro Aero Rancho (em frente ao terminal Aero Rancho), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

 

Documentos - O eleitor deve levar cópia e original de um documento oficial de identificação com foto e original do comprovante de residência atualizado. Homens maiores de 18 anos que irão tirar o título pela primeira vez, devem também apresentar o comprovante de quitação do serviço militar, com cópia.



Untitled Document
Últimas Notícias
Reconstrução da MS-156 avança e qualidade da obra chama atenção
Homem é preso por manter 250 canários em cativeiro
Rede Municipal de Ensino de Naviraí discute metas do PNAIC
Untitled Document