Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2018
24 de OUTUBRO de 2017 | Fonte: Agência ALMS

Legislativo e TRE assinam termo que viabiliza ceder servidores para auxílio na biometria

Vinte e três servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul serão cedidos para auxiliar na execução do Programa Biometria 2016/2022, da Justiça Eleitoral.

Na tarde desta terça-feira (24/10) foi celebrado o Termo de Cooperação entre a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), que viabiliza a cedência de 23 servidores do Legislativo para auxiliar na execução do Programa Biometria 2016/2022, da Justiça Eleitoral.

Parceira entre a Casa de Leis e TRE-MS irá auxiliar no cadastro da biometria dos eleitores de Campo Grande (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

"Teremos uma perda significativa de eleitores se não houver essa força tarefa. Neste sentido estamos auxiliando para prevenir que um problema maior seja causado. Aqui é uma Casa Legislativa e os eleitores são de imensa necessidade para desenvolvermos nosso trabalho. Eu agradeço aos deputados e aos servidores e desejo que possamos dar a nossa melhor contribuição neste trabalho, porque o Legislativo é o poder da democracia, é o poder que representa a população, cujos representantes são eleitos por meio do voto, então é fundamental oportunizar uma estrutura  para que o cidadão possa se cadastrar e assim expressar sua vontade política por intermédio das urnas”, afirmou o deputado Junior Mochi (PMDB), presidente da ALMS.

 

A diretora-geral do TRE-MS, Letânia Coutinho, explicou que inicialmente houve uma visita ao deputado Junior Mochi, o qual possibilitou que fossem feitas visitas aos parlamentares nos gabinetes para solicitar o apoio dos mesmos. “É uma meta de todos nós cidadãos podermos realizar os cadastros, porque não queremos que os títulos dos eleitores do nosso Estado sejam cancelados”, alertou a diretora.

 

Ela destacou ainda que o eleitor que não realizar o cadastro da biometria até 18 de março de 2017 terá o seu título cancelado e com isso ele não poderá votar, ficará impedido de tirar o Cadastro da Pessoa Física (CPF), passaporte e ainda não poderá se inscrever ou tomar posse em concursos públicos, entre outras dificuldades que o cidadão poderá enfrentar.

 

“Para nós do TRE é importantíssimo poder contar com pessoas comprometidas e competentes. Estamos com uma grande demanda e precisamos desta força tarefa. Hoje nossa maior dificuldade para efetivação de projeto é pessoal e nós da Justiça Eleitoral estamos trabalhando em prol da cidadania. Nosso objetivo é alcançar o maior número de cadastros de eleitores em Campo Grande”, informou Letânia.

 

A servidora Maroly Oliveira, da Secretaria de Infraestura, destacou a importância de fazer parte dos funcionários que irão auxiliar o TRE-MS. “É maravilhoso participar. Já fui voluntária no tribunal e eu vejo como de suma relevância e necessidade trabalhos pelo coletivo”, ressaltou. Já o servidor Renato Ramos dos Santos, do gabinete parlamentar do deputado Felipe Orro (PSDB), complementou. “Poder contribuir com este trabalho é exercer a cidadania é servir a nós mesmos com esta tarefa a ser realizada. O curto prazo para a execução do cadastro requer a união de instituições em prol do nosso Estado”, revelou.

Além de Mochi, participaram da assinatura os deputados Grazielle Machado, João Grandão e Zé Teixeira (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

Também assinaram termos de cooperação na cedência de funcionários e fazem parte da parceria a Câmara Municipal de Campo Grande, o Comando Militar do Oeste (CMO), o Governo do Estado, a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS). Além de Mochi, participaram da assinatura os deputados Grazielle Machado (PR), João Grandão (PT) e Zé Teixeira (DEM). 

 

Serviço - Locais e horários de atendimento para Biometria - Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho, na Av. Fernando Corrêa da Costa, 559 - Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h; sábado, das 8h às 14h; Central de Atendimento ao Eleitor, na Rua Delegado José Alfredo Hardman, 180 - Parque dos Poderes), de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h; Centro Integrado de Justiça (CIJUS) - atendimento diário limitado a 200 eleitores, na Rua 26 de Agosto, esquina com Calógeras, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h; Posto de Atendimento Eleitoral - Fácil Guaicurus - atendimento diário limitado a 150 eleitores, na Av. Gury Marques, 5111 - Bairro Universitário (em frente ao terminal Guaicurus), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; Posto de Atendimento Eleitoral - Fácil General Osório, atendimento diário limitado a 100 eleitores, na Rua Santo Ângelo, 51 - Bairro Coronel Antonino (frente ao terminal General Osório), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; e Posto de Atendimento Eleitoral - Fácil Aero Rancho, atendimento diário limitado a 150 eleitores, na Av. Marechal Deodoro, 2603 - Bairro Aero Rancho (em frente ao terminal Aero Rancho), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

 

Documentos - O eleitor deve levar cópia e original de um documento oficial de identificação com foto e original do comprovante de residência atualizado. Homens maiores de 18 anos que irão tirar o título pela primeira vez, devem também apresentar o comprovante de quitação do serviço militar, com cópia.



Untitled Document
Últimas Notícias
Supermercados Chama lançam promoção do Dia das Mães
Zé Teixeira intercede por construção de rotatória em rodovia de MS
Zeca retira ação contra o Santos, que fecha com o Inter troca por Sasha
Untitled Document