Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
09 de OUTUBRO de 2017 | Fonte: Globo Esporte

Com campeão de 1986 e recebida por embaixador, Argentina chega ao Equador

Delegação da Albiceleste encerrará preparação para duelo decisivo desta terça em Guayaquil. Último capitão a levantar taça pela seleção, Ruggeri integra delegação
Messi e Di María, na chegada da Argentina ao Equador (Foto: Divulgação/Afa)

A delegação da seleção argentina desembarcou, na noite deste domingo, em Guayaquil, no litoral do Equador, onde finalizará sua preparação para enfrentar a seleção local. O time de Jorge Sampaoli só embarca para Quito, local da partida diante dos equatorianos, na próxima terça, pela manhã.

 

A Albiceleste foi recebida pelo embaixador argentino no Equador, Luis Juez. O diplomata é o mesmo que interveio para que, em fevereiro, o Atlético Tucumán pudesse jogar contra o El Nacional pela fase prévia da Libertadores. Na ocasião, a equipe argentina teve problemas com o voo de Guayaquil para a partida, e Juez atuou para que não houvesse a derrota do time por W.O.

 

O embaixador aproveitou para tirar fotos com vários jogadores e registrar em seu perfil no Twitter. E mostrou otimismo ao dizer que "a confiança reina" entre os jogadores (veja abaixo). Na delegação também está o campeão do mundo em 1986 e último capitão da Argentina a levantar uma taça pela seleção principal, o ex-zagueiro Óscar Ruggeri, que viajou a convite da Afa. Ele ergueu a Copa América de 1993, última conquista da equipe, justamente em Guayaquil.

 

Nesta segunda, está prevista a entrevista coletiva de Jorge Sampaoli e o último treino da equipe, no fim da tarde, no estádio Jorge Capwell, estádio do Emelec. A Argentina deve ter duas mudanças: as entradas de Enzo Pérez e Eduardo Salvio nas vagas de Banega e Papu Gómez. O embarque para Quito, local do jogo com os equatorianos, será na terça-feira, às 10h15.

 

Com 25 pontos, a Argentina tem o trunfo do confronto entre Peru e Colômbia na última rodada. A Colômbia é a quarta, com 26 pontos, e o Peru tem 25, em quinto. Caso vençam, os argentinos garantem, ao menos, a repescagem. Os critérios de desempate são, em ordem: saldo de gols, gols marcados e confronto direto.

 

No momento, os peruanos estão à frente dos argentinos no número de gols. Ambos estão empatados no saldo. A partida contra o Equador será no Olímpico Atahualpa e terá transmissão do SporTV e acompanhamento em Tempo Real no GloboEsporte.com. Todos os jogos serão às 20h30 (de Brasília).



Untitled Document
Últimas Notícias
Sicredi Centro-Sul MS inaugura agência compartilhada em Batayporã
Secretário de Estado de Infraestrutura visita Naviraí
Inscrições no Sisu começam no dia 29 de janeiro
Untitled Document