Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 16 DE OUTUBRO DE 2017
22 de SETEMBRO de 2017 | Fonte: Midiamax

Brasil pode ficar sem horário de verão pela primeira vez em 32 anos

Medida para economizar energia é adotada desde 1985 (Foto: Divulgação)

A Casa Civil da Presidência da República está avaliando se vale a pena adotar o horário de verão este ano. Caso não seja adotado, essa é a primeira vez em 32 anos que o brasileiro ficará sem adiantar os relógios em uma hora no período de maior incidência solar.

 

Desde 1931, o verão do Brasil passa por alterações nos relógios por causa do horário de verão. Mas só desde 1985 é que a medida vem sendo adotada ininterruptamente.

 

O motivo para a possibilidade de suspender o horário de verão é a baixa economia que a medida vem apresentando. Entre 2016 e 2017, a economia foi de R$ 159,5 milhões, abaixo do verão anterior, de 2015 e 2016, em que foram economizados R$ 162 milhões.

 

A economia é gerada, supostamente, pelo maior uso da iluminação solar nesse período. Apenas os Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste participam do programa. Norte e Nordeste não alteram os relógios no período.

 

Mas a economia vem sendo diminuída, uma vez que os aparelhos de ar condicionado estão cada vez mais sendo utilizados nas tardes do verão brasileiro. Aí não adianta poupar com menos lâmpadas ligadas no horário da noite. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Vendedor ambulante morre preso às ferragens em acidente na BR-163
21ª Copa Chama é encerrada com festa para as crianças
Sicredi apoia projeto de Ballet
Untitled Document