Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 15 DE JANEIRO DE 2021
29 de SETEMBRO de 2020 | Fonte: Correio do Estado

Governo federal vai vender 387 bens de traficantes em Mato Grosso do Sul

Na lista há três fazendas, avaliadas em mais de R$ 20 milhões, além de carros e carretas.

O Ministério da Justiça vai intensificar os leilões de bens apreendidos de traficantes em todo o Brasil, medida que coloca em prática o plano de desintegrar financeiramente as grandes quadrilhas. Mato Grosso do Sul tem papel importante nesse plano do governo federal, que já está em curso.

 

O Estado, que é o que mais apreende drogas do Brasil e, consequentemente, tem a maior quantidade de traficantes presos do País, também desponta entre os que têm mais bens apreendidos para irem a leilão. 

 

É o terceiro estado em número de ativos em processo de alienação, com 387 bens que devem ir a leilão em breve, e é a unidade da federação com a maior quantidade de imóveis à venda: 49, entre os quais estão três fazendas nos municípios de Coxim, Rio Verde de Mato Grosso e Aquidauana. O valor de mercado delas passa dos R$ 20 milhões.  

 

A nova sistemática do Ministério da Justiça está prestes a completar um ano. No período, já foram realizados 81 leilões, e o 82º será realizado no dia 30, em Mato Grosso do Sul. 

 

Na ocasião, 14 bens de criminosos, todos veículos, como carretas e carros, serão colocados à venda. Os lances já estão abertos na página Leilões Judiciais.



Untitled Document
Últimas Notícias
MS chega à metade de janeiro com 272 mortes por Covid-19
Campus Nova Andradina do IFMS abre especialização para servidores da Iagro
Eldorado Brasil oferece mais de 800 vagas no MS para início imediato
Untitled Document