Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 30 DE SETEMBRO DE 2020
19 de AGOSTO de 2020 | Fonte: Subsecretaria de Comunicação de MS

Bolsonaro destaca ações de segurança e a força do agronegócio ao inaugurar estação de radar em Corumbá

Presidente elogiou o desempenho da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, representante de Mato Grosso do Sul na sua equipe ministerial.
Bolsonaro desembarcou no aeroporto internacional de Corumbá onde foi recepcionado pelo governador Reinaldo Azambuja e outras autoridades civis e militares (Foto: Chico Ribeiro)

O presidente da República Jair Bolsonaro destacou a parceria do governo federal com Mato Grosso do Sul na área de segurança pública, ao citar as apreensões recordes de entorpecentes,  durante a sua visita a Corumbá, nesta terça-feira (18/08). O presidente inaugurou a nova estação radar de controle do espaço aéreo de baixa altitude, como parte do projeto de aprimoramento do sistema de vigilância na fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia,

 

O presidente também enfatizou a força do agronegócio brasileiro, responsável pela alimentação de 1 bilhão de pessoas – onde o Estado participa com safras recordes de grãos – e elogiou o desempenho da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, representante de Mato Grosso do Sul na sua equipe ministerial. “A ministra é orgulho do agronegócio não apenas desse Estado, mas do Brasil. Parabéns pelo seu trabalho maravilhoso”, disse.

 

Ao lembrar da sua convivência com o governador Reinaldo Azambuja quando ambos eram deputados federais, Bolsonaro recordou-se do período em que residiu na cidade de Nioaque, onde prestou serviço militar por três anos. “Mato Grosso do Sul mudou a minha vida, por isso é sempre um prazer vir aqui. Fui para Nioaque para passar um ano e meio e fiquei três anos por livre e espontânea vontade”, frisou.

 

Fronteira terá 3 radares

Bolsonaro desembarcou às 10h no aeroporto internacional de Corumbá, onde foi recepcionado pelo governador Reinaldo Azambuja e outras autoridades civis e militares. Quebrando o protocolo, dirigiu-se ao alambrado do aeroporto, onde centenas de pessoas com bandeirolas acenavam. Na sequência, autorizou a entrada de seus seguidores na pista do aeroporto. Cerca de 400 pessoas assistiram ao evento, ao lado da grande tenda instalada.

 

O presidente acionou a ativação da estação de radar e assistiu de um telão, com os demais convidados, a simulação de uma intercepção realizada por aviões Super Tucano da Força Aérea Brasileira (FAB) a uma aeronave irregular a 1.500 pés, altitude até então não rastreada pelo Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB). Posteriormente, ocorreu nova simulação, com os caças e o avião interceptado aterrizando no aeroporto de Corumbá.

 

A entrada em operação da estação de controle – estão previstas unidades também em Porto Murtinho e Ponta Porã, que fazem fronteira com o Paraguai -, visa potencializar a identificação de aeronaves voando em baixas altitudes na extensa fronteira seca de Mato Grosso do Sul. A tecnologia trazendo benefícios operacionais tanto para o controle civil quanto para a defesa aérea, aumentando a capacidade de detecção de tráfegos não autorizados ou de emprego ilícito.

 

“Estamos constantemente buscando novas soluções e tecnologias para melhorar o trabalho prestado ao país dentro das nossas ações de controlar, defender e integrar 22 milhões de quilômetros quadrados”, disse o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Antônio Carlos Morelli Bermudez.

 

Guavira, pedido do presidente

Ao final da solenidade, que durou cerca de uma hora, o presidente da República dirigiu-se novamente à plateia que o assistia ao lado da tenda, abraçando as pessoas e fazendo selfies. Ele permaneceu no pátio por 25 minutos, ao lado do governador Reinaldo Azambuja e demais autoridades convidadas, seguindo depois para o almoço, servido em um espaço improvisado no saguão do aeroporto para apenas 60 pessoas.

 

O menu do almoço incluiu pratos da gastronomia sul-mato-grossense, como peixe a ucurum, carne soleada na manteiga de garrafa, coxinha de jacaré de cativeiro e croquete de pintado. Na oportunidade, o governador Reinaldo Azambuja presenteou o presidente com guavira em fruta e popa e compotas em geleia e tempero. Bolsonaro ganhou também exemplar do livro “Guavira – Receitas e Histórias – dos chefs Paulo Machado e Letícia Kranse.

 

Acompanharam o governador no evento os secretários Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Semagro, Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Antonio Carlos Videira  (Segurança Pública e Justiça).



Untitled Document
Últimas Notícias
Gaeco cumpre mandados de busca em empresas de MS por supostas fraudes em licitações
Mesa Diretora da ALEMS publica normas a deputados e servidores relativas ao período eleitoral
Governo federal vai vender 387 bens de traficantes em Mato Grosso do Sul
Untitled Document