Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 06 DE AGOSTO DE 2020
08 de JULHO de 2020 | Fonte: Agência ALEMS

ALEMS participa de entrega de equipamentos produzidos pelo projeto Corona Vidas

O Corona Vidas é formado por voluntários que trabalham em rede para conectar pessoas com o objetivo de salvar vidas.
Casa de Leis foi representada pelo deputado Professor Rinaldo (Foto: Gregório Medeiros/ALEMS)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) participou, na segunda-feira (06/07), da entrega de protetores faciais produzidos pelo projeto Corona Vidas em Dourados. Os equipamentos de proteção individual (EPI) foram doados à Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A Casa de Leis foi representada pelo deputado Professor Rinaldo (PSDB).

 

“O projeto Corona Vidas surgiu na Bahia e está sendo implementado em Mato Grosso do Sul, resultado da parceria entre a Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais, Leilodom, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul e Unigran, com apoio da Secretaria Estadual de Saúde, Defensoria Pública, Assomasul, Fiocruz MS e Núcleo de Evidências do Estado”, explicou o parlamentar, que também representou a União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

 

Corona Vidas

O Corona Vidas é formado por voluntários que trabalham em rede para conectar pessoas com o objetivo de salvar vidas. O projeto nasceu em Feira de Santana, na Bahia, e conta com a participação e colaboração de professores, pesquisadores, sociedade civil, entusiastas da tecnologia, empresas de injeção de plástico e Organizações Não Governamentais (ONGs).

 

O grupo trabalha com iniciativas para o enfrentamento e combate ao coronavírus. Buscando a ampliação da rede de atuação do projeto, da colaboração técnica, do compartilhamento de conhecimentos e do trabalho em rede, o projeto expandiu-se pelo Brasil passando a ter ações no Amazonas, São Paulo e Rio de Janeiro. Em meados de abril, foi iniciada a implantação do projeto e desenvolvimento do trabalho Corona Vidas em Dourados.

 

O principal objetivo do grupo instalado na cidade sul-mato-grossense é a produção industrial de protetores faciais (face shields) utilizando a injeção de plástico. Hoje, os protetores faciais são considerados equipamentos de proteção individual muito importantes, particularmente para os profissionais de saúde da linha de frente no combate à Covid-19.

 

Outro objetivo do grupo é a produção e divulgação de dados e informações que permitam a melhor utilização e maior durabilidade dos equipamentos. Os protetores faciais serão doados atendendo às demandas dos 79 municípios do Estado.



Untitled Document
Últimas Notícias
Willian troca o Chelsea pelo rival Arsenal, diz imprensa inglesa
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
Ação conjunta resulta na apreensão de 2 t de maconha na fronteira
Untitled Document