Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 04 DE JUNHO DE 2020
13 de JANEIRO de 2020 | Fonte: Correio do Estado

Mais de 2 mil recebem R$ 6,9 milhões do Imposto de Renda nesta semana

Restituição é para contribuintes que estavam na malha fina e regularizaram pendências

Receita Federal paga, na quarta-feira (15), R$ 6,9 milhões a 2.216 contribuintes em Mato Grosso do Sul, referente ao lote residual de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física de janeiro. Pagamento será para declarações de 2008 a 2019 e beneficiará contribuintes que estavam na malha fina, mas regularizaram as pendências com o Fisco.

 

As restituições terão correção de 4,77%, para o lote de 2019, a 113,05%, para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês.

 

O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração no próximo dia 15. 

 

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

 

O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

 

Consulta ao lote de restituição foi aberta no dia 8 de janeiro. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, no serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

 

A Receita disponibiliza, ainda, um aplicativo para tablets e smartphones, que facilita consulta às declarações do IRPF e a situação cadastral no CPF. Com esse aplicativo será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.



Untitled Document
Últimas Notícias
Nova frente fria chega ao MS e muda o tempo já a partir de segunda
Mato Grosso do Sul tem 20 óbitos por coronavírus e 1.489 confirmados
Câmara de Dourados suspende atividades após segundo caso de Covid-19
Untitled Document