Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 04 DE JUNHO DE 2020
13 de JANEIRO de 2020 | Fonte: Correio do Estado

Semana terá chuva e temperaturas de 40°C em MS

Região oeste deve sofrer mais com o calor, segundo meteorologista do Inpe
Pessoa se refresca do calor nas águas da Lagoa Itatiaia (Foto: Bruno Henrique/Correio do Estado)

Mato Grossso do Sul terá uma semana de altas temperaturas mescladas com períodos de pancadas de chuva intensas. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) estima que os termômetros cheguem perto dos 40°C em alguns pontos do Estado, principalmente a partir de quinta-feira (16).

 

Essa previsão começou a se confirmar neste domingo (12). A Capital registrou máxima de 32,2°C às 15h no fuso-horário local. “Há possibilidade de formarem-se instabilidades até o fim do dia”, disse ao Correio do Estado o meteorologista Luiz Kondraski.

 

Nesta segunda-feira (13), pode começar a chover cedo na região sul de Mato Grosso do Sul, especialmente na faixa de fronteira com o Paraguai. “Durante a tarde, a possibilidade de tempo instável se estende para todas as áreas. A precipitação pode vir acompanhada por raios em alguns lugares”, afirmou o especialista do Inpe.

 

O Pantanal, que fica na porção noroeste do Estado, terá menor volume de água caindo do céu e termômetros com valores mais altos no primeiro dia útil da semana. “Até quinta-feira pode ser que chova menos ali”, disse Kondraski.

 

A quinta-feira (16) deve marcar o pico de calor da semana em Mato Grosso do Sul, calcula o meteorologista.

 

“O sistema está apontando mais de 38°C do Pantanal até Dourados, praticamente o estado inteiro. Pode chegar perto dos 40°C na fronteira com o Paraguai. Na faixa leste, perto da divisa com São Paulo, haverá mais pancadas de chuva e máximas em torno de 33°C”, afirma o especialista do Inpe.

 

Em Campo Grande, a média de temperaturas se mantém semelhante a deste domingo na segunda-feira, girando em torno dos 32°C. Na terça-feira, os termômetros podem chegar aos 35°C. “Na quinta-feira, as máximas se elevam ainda mais e fica em torno dos 36°C”, explica o meteorologista.

 

O otivo da onda de calor e chuva decorre de ventos quentes que vêm da Bolívia para o Brasil, segundo Kondraski.



Untitled Document
Últimas Notícias
Nova frente fria chega ao MS e muda o tempo já a partir de segunda
Mato Grosso do Sul tem 20 óbitos por coronavírus e 1.489 confirmados
Câmara de Dourados suspende atividades após segundo caso de Covid-19
Untitled Document