Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 15 DE JULHO DE 2019
05 de ABRIL de 2019 | Fonte: O Globo

Bolsonaro diz que horário de verão deve acabar neste ano

Presidente informou que o tema foi discutido com o ministro de Minas e Energia.
O presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto (Foto: Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira (05/04) que deve acabar com horário de verão. Segundo ele, o assunto já foi discutido com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e deve ser anunciado em breve.

 

- A ideia nossa é que não tenha horário de verão neste ano. Está quase certo - disse Bolsonaro em  encontro com jornalistas no Palácio do Planalto.

 

O presidente disse ter recebido estudos do deputado João Campos (PRB-GO),  e debatido o tema com área responsável no governo. Na segunda-feira passada, Bolsonaro já havia afirmado que pedira ao Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, um estudo para avaliar o fim do horário de verão .

 

Este ano, a duração do horário de verão foi mais curta do que nos anos anteriores: foi de 4 de novembro de 2018 a 16 de fevereiro.

 

Historicamente, esse período começa no terceiro domingo de outubro, mas seu início em 2018 foi adiado por conta do segundo turno das eleições, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se não houvesse o adiamento, aumentaria a diferença de horário entre os estados do Sul e do Sudeste e os que já têm fuso diferente, atrapalhando a divulgação dos resultados das urnas.

 

Sem grande efeito

Em vigor desde 1931, a mudança de horário foi uma estratégia do governo para gerar economia de energia, já que, durante a estação, as pessoas chegavam em casa e ligavam os chuveiros, ocasionando pico de consumo e grande desperdício.

 

Com o passar dos anos, porém, os picos de consumo passaram a ser registrados nos momentos mais quentes ao longo do dia, com grande utilização de aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, sobretudo no comércio.

 

Por isso, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), por exemplo, entende que a alteração nos relógios não se justifica mais.

 

Em setembro de 2017, o governo federal chegou a anunciar a intenção de abandonar o horário de verão a partir de 2018, mas voltou atrás.

 

Na ocasião, o anúncio gerou polêmica. Em cidades litorâneas, como o Rio de Janeiro, o comércio reclamou alegando que o horário de verão incentivava o consumo em bares e restaurantes no fim da tarde.

 

Atualmente, cerca de 30 países do mundo adotam o horário de verão.



Untitled Document
Últimas Notícias
Naviraí faz carreata em prol da valorização do comércio local
Atleta de Naviraí se destaca na 3ª Corrida Internacional em Ponta Porã
Contribuinte pode parcelar dívidas do IPVA em até 10 vezes
Untitled Document