Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE JULHO DE 2019
08 de JANEIRO de 2019 | Fonte: Agência Brasil

SUS oferece novo tratamento para pacientes com degeneração da retina

A degeneração macular atinge a parte central da retina e leva à perda progressiva da visão central.

O Ministério da Saúde informou ter ampliado o tratamento oferecido a pacientes com degeneração macular relacionada à idade por meio da oferta do medicamento antigiogênico e do exame de tomografia de coerência óptica. Segundo a pasta, ambas as incorporações são importantes para a detecção precoce e para tratar casos já confirmados, estabilizando a evolução da doença. A degeneração macular atinge a parte central da retina e leva à perda progressiva da visão central.

 

Os dois novos procedimentos devem atender pacientes a partir dos 60 anos, conforme Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Degeneração Macular Relacionada à Idade. O medicamento antigiogênico é injetável e pode ser feito em um ou nos dois olhos, com intervalo mínimo de 15 dias entre um olho e outro. Já a tomografia de coerência óptica é um exame não invasivo para diagnóstico da doença nos dois olhos. A proposta é detectar sinais microscópicos de alterações precoces da retina.

 

A doença

A degeneração macular relacionada à idade é uma doença progressiva que acomete a área central da retina, onde as imagens são formadas, levando invariavelmente à perda da visão central. O principal fator de risco é o aumento da idade. A doença pode ser classificada como seca, responsável pela maior parte dos casos (85%-90%), ou úmida (10%-15%).



Untitled Document
Últimas Notícias
Naviraí faz seletiva para Festival Estudantil Temático de Trânsito
Investimentos em logística transformarão Porto Murtinho na nova Paranaguá de MS
5º Encontro de Carros Antigos de Naviraí desperta atenção e curiosidade
Untitled Document