Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2019
13 de DEZEMBRO de 2018 | Fonte: Lance Net!

Nos pênaltis, Atlético-PR vence e fatura a Copa Sul-Americana

Após empate em 1 a 1 no tempo normal, paranaenses são mais eficientes no momento-chave e conquistam o primeiro título sul-americano de sua história.
Atlético-PR comemora vitória sobre o Junior Barranquilla e o título da Copa Sul-Americana (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

O fim da noite do dia 12 de dezembro de 2018 e o início do dia 13 jamais sairão da história do Atlético-PR. Em um jogo emocionante, o Furacão finalmente conquistou seu primeiro título sul-americano. Após novo empate no tempo normal em 1 a 1 com o Junior Barranquilla, a definição ficou para as penalidades. E os colombianos, novamente, falharam. Com o triunfo por 4 a 3, a Arena pôde, enfim, explodir. O clube garantiu vaga na Libertadores do ano que vem, atuará na Copa Suruga e enfrentará o River Plate na Recopa.

 

O atacante Pablo, que jogou no sacrifício, novamente foi decisivo. Anotou um gol, chegou a 18 no ano, e termina a competição como um dos artilheiros. E o goleiro Santos mostrou que tem "corpo fechado". Afinal, no segundo tempo da prorrogação, o Junior teve a chance da vitória nos pés de Barrera. No entanto, o camisa 10 perdeu a penalidade. No momento de decisão, Fuentes e Téo Gutiérrez (que marcou o gol de empate do Junior) também falharam.

 

Confira os motivos que levaram o Furacão ao título da Sul-Americana.

 

SHOW E RECORDE

A torcida do Atlético foi fez sua parte. Cantou, fez uma linda festa e jogou com o time. O resultado foi o novo recorde de público na Arena: 40.263 pagantes. A marca anterior era do rival Paraná, em um jogo contra o Internacional, na Série B do ano passado.

 

DOMÍNIO DO FURACÃO

Os primeiros 45 minutos da decisão foram quase perfeitos para o Atlético. Seguro na defesa, com a posse de bola e partindo para cima, o Furacão não sofria ameaças e criava o terreno para sair na frente. E isso aconteceu aos 25 minutos. Léo Pereira forçou a saída errada de bola do Junior, Raphael Veiga aproveitou e lançou na medida para Pablo fazer a Arena explodir. Foi o quinto gol dele na Sul-Americana, assumindo a artilharia.

 

ASSIM NÃO

O replay da jogada do gol atleticano quase se repetiu antes do primeiro minuto da etapa final. Veiga para Pablo, mas o camisa 5, desta vez, parou no goleiro Viera. Uma oportunidade de ficar na boa foi desperdiçada pelos donos da casa. E mudariam o roteiro de uma partida que, naquele momento, estava totalmente sob controle.

 

COLOMBIANOS EMPATAM E ACORDAM

O Junior pouco assustou no primeiro tempo. Parecia não se conectar ou encontrar o caminho para entrar na grande final. Isso, contudo, mudou aos 10 minutos em chute de Díaz. O lance animou os visitantes, que percebeu a oportunidade para empatar. E veio em uma cobrança de escanteio. Gómez cabeceou e Téo Gutiérrez, que estava apagado, fez um desvio que matou o goleiro Santos. O lance mudou o cenário da partida.

 

TENSÃO E RISCO

Tudo que o Atlético construiu no primeiro tempo se desfez. O time passou a cometer muitos erros e se perdeu no duelo. O Junior teve algumas chances para virar a partida. Na melhor delas, Díaz não fez o gol por detalhe. A tensão tomou conta da Arena. O Furacão, apesar de tentar, parou de ser efetivo. Com isso, o jogo foi para a prorrogação.

 

FILME REPETIDO

Na prorrogação o jogo ficou ainda mais dramático. As duas equipes produziram boas oportunidades de ficarem na frente do placar. Contudo, assim como no jogo de ida, o Junior Barranquilla teve a chance da vitória em um pênalti sofrido por González. No entanto, Barrera isolou para delírio da Arena.

 

SANTOS FORTE

Na hora da decisão, o goleiro Santos viu sua estrela brilhar. Nos dois jogos, o Junior desperdiçou quatro pênaltis. Em todos o goleiro Santos contou com a trave e a má pontaria do Junior. No momento decisivo, Fuentes e Téo Gutiérrez falharam. Lodi até adiou a festa, que foi decretada com a bomba de Thiago Heleno. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Deputado Herculano Borges faz entrega de emendas e reuniões na Região Sul
EFS Ronan Marques, em Naviraí, realiza ação para saúde da mulher
Escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul vão participar da maior feira científica do Brasil
Untitled Document