Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 15 DE NOVEMBRO DE 2018
30 de OUTUBRO de 2018 | Fonte: Gazeta Esportiva

Santos projeta grande déficit e estuda “cortes dolorosos”

Situação de Vanderlei exemplifica dilema no Santos (Foto: Ivan Storti)

A situação financeira do Santos continua ruim. Ruim a ponto do clube cogitar se desfazer de uma unanimidade, como Vanderlei, alvo do São Paulo. 

 

Mesmo com a venda de Rodrygo para o Real Madrid e o recebimento de metade do valor – 20 milhões de euros (R$ 95 mi) -, o Peixe tem previsão de déficit de R$ 43 milhões no fim do ano (antes, chegou a ser de R$ 90 mi). Diversas dívidas foram herdadas da gestão do ex-presidente Modesto Roma e, após alguns cortes, o rombo continua.

 

Internamente, o presidente José Carlos Peres discute com seus pares e vê dois caminhos: o Flamengo, que primeiro acertou as contas e depois pensou no futebol, e o Corinthians, sem tanta preocupação com as contas, acúmulo de dívidas e momento atual ruim. O objetivo é agir como os cariocas.

 

E a possibilidade de saída de Vanderlei exemplifica esse dilema. O goleiro recebe alto salário e, aos 34 anos, pode representar lucro com a venda de direitos econômicos e desafogo mensal. Em contrapartida, é unanimidade dentro e fora do clube, titular absoluto desde 2015.

 

O Alvinegro arrecada menos do que precisa pagar por mês, mesmo com o aumento das receitas nesta temporada. E 85% do custo total vem do futebol. Ou seja, cortes administrativos, por maiores que sejam, não resolvem o problema.

 

A folha salarial, com impostos e direitos de imagem, equivale a R$ 11,5 milhões e precisa ser reduzida para 2019. Desta forma, o torcedor pode imaginar mais saídas do que chegadas, sem grandes investimentos no mercado.



Untitled Document
Últimas Notícias
Reinaldo se reúne com Bolsonaro nesta quarta
Homem tenta abusar prima de 8 anos na Capital
Diabetes mata mais de 4,7 mil pessoas em MS
Untitled Document