Untitled Document
SÁBADO, 20 DE ABRIL DE 2019
30 de OUTUBRO de 2018 | Fonte: Gazeta Esportiva

Santos projeta grande déficit e estuda “cortes dolorosos”

Situação de Vanderlei exemplifica dilema no Santos (Foto: Ivan Storti)

A situação financeira do Santos continua ruim. Ruim a ponto do clube cogitar se desfazer de uma unanimidade, como Vanderlei, alvo do São Paulo. 

 

Mesmo com a venda de Rodrygo para o Real Madrid e o recebimento de metade do valor – 20 milhões de euros (R$ 95 mi) -, o Peixe tem previsão de déficit de R$ 43 milhões no fim do ano (antes, chegou a ser de R$ 90 mi). Diversas dívidas foram herdadas da gestão do ex-presidente Modesto Roma e, após alguns cortes, o rombo continua.

 

Internamente, o presidente José Carlos Peres discute com seus pares e vê dois caminhos: o Flamengo, que primeiro acertou as contas e depois pensou no futebol, e o Corinthians, sem tanta preocupação com as contas, acúmulo de dívidas e momento atual ruim. O objetivo é agir como os cariocas.

 

E a possibilidade de saída de Vanderlei exemplifica esse dilema. O goleiro recebe alto salário e, aos 34 anos, pode representar lucro com a venda de direitos econômicos e desafogo mensal. Em contrapartida, é unanimidade dentro e fora do clube, titular absoluto desde 2015.

 

O Alvinegro arrecada menos do que precisa pagar por mês, mesmo com o aumento das receitas nesta temporada. E 85% do custo total vem do futebol. Ou seja, cortes administrativos, por maiores que sejam, não resolvem o problema.

 

A folha salarial, com impostos e direitos de imagem, equivale a R$ 11,5 milhões e precisa ser reduzida para 2019. Desta forma, o torcedor pode imaginar mais saídas do que chegadas, sem grandes investimentos no mercado.



Untitled Document
Últimas Notícias
Ex-presidente do Peru, Alan García se suicida após receber ordem de prisão no caso Odebrecht
Quadrilha usava avião para traficar cocaína de MS para SP
Cursos em diversas áreas são opções de qualificação no Senac de Naviraí
Untitled Document