Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2018
31 de JULHO de 2018 | Fonte: Globo Esporte

Bahia empata aos 48, deixa Z-4 e empurra Galo para quarto

Ricardo Oliveira faz aos 46 do segundo tempo para o Galo, mas Tricolor empata com Régis, aos 48 e deixa tudo igual; resultado é ruim para os dois times.
Bahia e Atlético-MG empataram por 2 a 2 na Arena Fonte Nova (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press)

Bahia e Atlético-MG fizeram um duelo bastante pegado na Arena Fonte Nova na noite desta segunda-feira (30/07). O gol do Galo muito cedo, logo aos quatro minutos, com Matheus Galdezani, transformou a partida em um ataque contra a defesa, e assim foi por praticamente 80 minutos. O Tricolor tentou muitas bolas aéreas, mas chegou ao gol pelo chão, apenas aos 38 minutos da segunda etapa, com Gilberto. Nos acréscimos, Chará deixou Ricardo Oliveira na cara do gol, e o camisa 9 do Galo não perdou e fez 2 a 1. Vitória conquistada? Nada feito. Aos 48 minutos, Régis aproveitou bobeira defensiva e deixou tudo igual novamente.

 

O torcedor do Bahia que demorou a entrar no estádio chegou com o seu time já perdendo por 1 a 0. Logo aos quatro minutos, Matheus Galdezani aproveitou passe de Chará e fez o primeiro. A partir dai o Bahia controlou o jogo e levou muito perigo, principalmente nas bolas aéreas, mas pouco conseguiu levar perigo ao gol de Victor.

 

O Atlético-MG conseguiu controlar a segunda etapa e não levar muito perigo. O Bahia seguiu tentando excessivamente os cruzamentos. Quando o desgaste físico já era evidente, o Bahia conseguiu o empate com Gilberto, aproveitando vacilo da defesa. No entanto, as emoções ainda não tinham acabado. Aos 46, Ricardo Oliveira apareceu sozinho na área e recolocou o Galo em vantagem, mas aos 48 minutos, na última chance, Régis aproveitou erro de Patric e deixou tudo igual novamente: 2 a 2 na Fonte Nova.

 

Ricardo Oliveira ficou sumido o jogo inteiro. Anulado pela defesa do Bahia, pouco produziu dentro da área e também fora dela, mas o faro de matador nunca deixou o camisa 9. Na primeira chance que teve, aos 46 minutos do segundo tempo, o atacante deixou sua marca. Cara a cara com Anderson, marcou o segundo gol do Galo no jogo.

 

A fase de Gilberto é um dos destaques do Bahia. O atacante acumula quatro gols em quatro jogos com a camisa da equipe baiana. O camisa 9 deixou sua marca contra Chapecoense, Vitória, Cerro e agora com o Atlético-MG.

 

O empate não foi um bom resultado para nenhuma das equipes. Um pouco melhor para o Bahia, que com o ponto somado chegou a 17 e deixou a zona de rebaixamento. O Galo perdeu a chance de se aproximar de São Paulo e Flamengo, mas subiu para o quarto lugar na classificação do Campeonato Brasileiro.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sesi destaca melhoria na gestão de SST com eSocial
Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na segunda quinzena de setembro
Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia, diz presidente do STF
Untitled Document