Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2018
14 de JUNHO de 2018 | Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Baixa adesão faz Ministério da Saúde prorrogar vacinação contra gripe até 22 de junho

Em Mato Grosso do Sul já foram vacinados 592.159 pessoas. O total do público-alvo no Estado é de 737.395.
Foto: Félix Zucco

O Ministério da Saúde prorrogou mais uma vez a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. Agora, o público-alvo tem até o dia 22 de junho para se vacinar em todo País. A baixa adesão e a proximidade do inverno acenderam o alerta do Ministério, conforme publicação no site oficial.

 

Já foram vacinados em Mato Grosso do Sul 592.159 pessoas do total do público-alvo – que é de 737.395. Segundo o Datasus, entre os grupos prioritários, os professores são os que mais aderiram à vacinação (114,78%). Na sequência aparecem o grupo dos idosos (92,79%), puérperas (92,05%) e o dos trabalhadores em saúde (90,79%).

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) espera vacinar ao menos 90% do público-alvo no Estado, o que representa, pelo menos 663.656 pessoas.

 

Em Mato Grosso do Sul, a SES orienta os municípios sobre a estratégia a ser adotada quando a meta de vacinação já tiver sido alcançada. A indicação é que essas cidades – que já alcançaram a meta de vacinação ou que estão muitos próximas a esse objetivo, passem a vacinar outros dois grupos específicos já preconizados pelo Ministério nesses casos de vacina remanescente. Os grupos são: crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos.

 

Mato Grosso do Sul recebeu 811 mil doses da vacina. Se após o fim da Campanha, o Estado ainda tiver disponibilidade de doses, a vacinação deverá seguir ampliada para apenas os dois grupos específicos citados acima.

 

Nacional

As baixas coberturas vacinais registradas na Campanha acenderam um alerta e o Ministério da Saúde vai prorrogar a vacinação até o dia 22 de junho. A preocupação da Pasta é com a proximidade do inverno, período de maior circulação dos vírus da gripe. Também é preocupante o número de casos e mortes registrados no Brasil, que já dobraram na comparação com o mesmo período do ano passado.

 

Segundo o último levantamento, 11,8 milhões de pessoas ainda precisam se vacinar contra a gripe. Desde o início da Campanha, em 23 de abril, 77,6% da população prioritária buscaram os postos de saúde. A meta é vacinar contra a gripe 54,4 milhões de pessoas.

 

O Ministério da Saúde reforça a importância dos estados e municípios continuarem a vacinar os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, público com maior risco de complicações para a doença.

 

Fazem parte do público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.



Untitled Document
Últimas Notícias
Reunião define prazo para regularização de casas da Vila Industrial em Naviraí
Semana na ALMS tem sessão solene, plenárias e CCJR
Abstenção em MS elegeria nove vezes o deputado eleito menos votado no Estado
Untitled Document