Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 19 DE DEZEMBRO DE 2018
12 de JUNHO de 2018 | Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Reinaldo Azambuja cobra presença federal nas fronteiras de MS

Governador cobrou presença federal nas fronteiras de MS durante palestra para militares.
Reinaldo afirma que enfraquecimento do tráfico de armas e de drogas só será realidade quando as divisas territoriais do Brasil forem fechadas (Foto: Chico Ribeiro)

Em palestrada ministrada para militares do Exército Brasileiro, nesta segunda-feira (11/06), o governador Reinaldo Azambuja voltou a cobrar a presença do Governo Federal no cuidado e monitoramento das linhas de fronteira do País. Ele fez um panorama das ações desenvolvidas no Estado nos últimos três anos e meio e destacou sua gestão na Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, que tem recebido maiores investimentos da história do Estado.

 

“Vivemos em um estado fronteiriço com Bolívia e Paraguai. Segurança pública é uma tônica do nosso Governo”, afirmou o governador ao divulgar a atuação das policias estaduais em 1,4 mil quilômetros de fronteira. Reinaldo Azambuja contou das conquistas das forças de segurança de Mato Grosso do Sul, mas avisou da necessidade da integração com as forças nacionais. “Precisamos transformar essa causa em pauta nacional, senão a consequência será a degradação”, alertou.

 

O enfraquecimento do tráfico de armas e de drogas, para o governador, só será realidade quando as divisas territoriais do Brasil forem fechadas. “Temos que integrar para atacar as causas que hoje chegam as grandes cidades. Armas e drogas que são consumidas no Rio de Janeiro não são produzidas no Rio de Janeiro. Elas saem dos países distribuidores e que são vizinhos do Brasil”, observou.

 

Reinaldo Azambuja ainda falou dos investimentos estaduais que tornaram Mato Grosso Sul um dos estados mais seguros para se viver no Brasil em 2016/17. “Com recursos próprios, fizemos um dos maiores investimentos em segurança pública da história de MS, criando o programa MS Mais Seguro. Compramos coletes, armamentos e mais de 790 viaturas; e instalamos videomonitoramento nas 14 cidades fronteiriças”, destacou.

Governador Reinaldo ministra palestra para militares do Exército Brasileiro (Foto: Chico Ribeiro)

Cento e vinte e seis majores e tenentes-coronéis do Exército Brasileiro, que participam do Curso de Comando e Estado-Maior da Escola de Comando e Estado Maior do Exército (Eceme), sediada no Rio de Janeiro, participaram do encontro com o governador. Outros 13 militares, professores da instituição, também estiveram presentes.

 

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e o adjunto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo Senna, também participaram do evento, palestrando sobre as ações estaduais nas áreas administrativas, econômicas e de desenvolvimento. Ainda estiveram presentes o presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi, e o juiz Albino Coimbra Neto.

 

Curso

Postulantes ao cargo de general, os militares do Exército estão percorrendo todos os estados brasileiros em encontro com autoridades dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo, com objetivo de obter um panorama conjuntural do País. No Mato Grosso do Sul, os oficiais vão visitar os municípios de Campo Grande, Dourados e Ponta Porã, onde serão realizados painéis temáticos – político, econômico e militar.



Untitled Document
Últimas Notícias
Estado combate crime organizado na fronteira com sistema de controle rodoviário em tempo real
Estudante paraguaia é presa acusada de ajudar na fuga de membros do PCC
Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de Marielle
Untitled Document