Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 22 DE JUNHO DE 2018
06 de JUNHO de 2018 | Fonte: Yahoo

Caminhoneiros ameaçam iniciar nova greve se tabela de frete for alterada

Caminhoneiros podem fazer nova paralisação (Foto: Divulgação)

Os caminhoneiros ameaçam iniciar uma nova greve caos a tabela de preços mínimos de frete seja alterada, informa reportagem do jornal O Estado de S.Paulo nesta quarta-feira (6). Sob pressão de produtores rurais, o governo quer mudar essa tabela e os caminhoneiros acompanham com cautela o andamento das negociações em Brasília. O receio é de que grandes grupos consigam derrubar a tabela recém aprovada pelo governo como uma das medidas do acordo para colocar fim na greve na semana passada.

 

"Se essa tabela cair, vai ter uma greve pior que a última. E aí não vai ter negociação, pois eles vão querer provar para o mundo que são fortes, vai ser uma grande revolta", disse Ivar Luiz Schmidt, representante do CNT (Comando Nacional do Transporte) ao Estadão. Ele foi o grande líder da paralisação de 2015. 

 

"Não vejo coisa muito boa vindo pela frente, mas vamos lutar para encontrar um meio-termo para ambas as partes", afirma o presidente da Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros), José Fonseca Lopes, que esteve à frente das negociações com o governo na greve encerrada na semana passada. Ele deverá participar nesta quarta de uma reunião com a Casa Civil para discutir o assunto. 

 

Greve de maio - A greve de 10 dias ocorrida em maio deve causar um impacto negativo de 0,45 ponto percentual sobre o PIB brasileiro, valor equivalente a cerca de R$ 30,5 bilhões, segundo estimativas da 4E Consultoria. 

 

Entre os dados já contabilizados, as perdas já superam os R$ 50 bilhões em 13 segmentos da economia, entre eles a indústria, pecuária e agricultura e distribuição de combustível.



Untitled Document
Últimas Notícias
Homem é assassinado ao tentar defender filho
PRF testa novo bafômetro em MS
Mais de 25 mil trabalhadores podem sacar o PIS
Untitled Document