Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 20 DE AGOSTO DE 2018
04 de JUNHO de 2018 | Fonte: Folha de S. Paulo

Onda de ataque a ônibus atinge 17 cidades de MG

Na Grande Belo Horizonte, 3 ônibus foram incendiados em 24 horas.

Uma onda de 24 ataques a ônibus atingiu 17 cidades em Minas Gerais desde domingo (03/06), segundo a Polícia Militar. Em menos de 24 horas, também houve ações contra uma delegacia, duas agências bancárias e um caixa eletrônico. Não houve feridos.

 

A PM informou que prendeu 30 suspeitos, sendo oito em flagrante, e apreendeu uma arma de fogo. Uma das hipóteses da investigação é ação de facções criminosas.

 

"Parece-nos que em parte houve orquestração de facção criminosa, mas não podemos determinar isso. É a investigação quem vai dizer. Circularam vários áudios na internet determinando uma possibilidade de ligações com facções criminosas", disse o porta-voz da Polícia Militar, major Flávio Santiago.

 

Segundo o major, os ataques não foram especificamente direcionados a Minas Gerais e podem ter ligação com ações no Rio Grande do Norte e São Paulo. A PM informou ainda que há um trabalho de inteligência coordenado para guiar a investigação e que haverá escolta de ônibus.

 

Na região metropolitana de Belo Horizonte foram três ônibus incendiados entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira (4/06).

Ônibus incendiado por homens encapuzados em Uberaba (MG), no Triângulo Mineiro (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Nos três casos, os próprios motoristas e cobradores ou o dono do veículo apagaram as chamas e a polícia não localizou os suspeitos.

 

O primeiro ataque na capital mineira foi registrado às 22h39 do domingo. Segundo a PM, dois menores entraram em um ônibus que fazia seu itinerário na região de Venda Nova e mandaram que todos descessem antes de atear fogo ao veículo, que sofreu poucas avarias, pois o incêndio foi controlado pelo motorista.

 

De madrugada, às 4h53, houve novo ataque na região noroeste. O ônibus ainda iria começar sua primeira viagem, quando duas pessoas chegaram de moto, rendendo o motorista e fazendo disparos para o alto. O veículo foi incendiado e o próprio motorista controlou o fogo com extintor. O teto e a cadeira do cobrador ficaram danificados.

 

Em Santa Luzia (MG), na região metropolitana, o ataque foi à 0h55 e contra um ônibus privado, que atua com fretamentos. O veículo estava estacionado na rua em frente à casa do dono, que atuou para apagar o incêndio. O banco do motorista e parte do painel ficaram destruídos.

 

Os ataques também atingiram cidades no Triângulo Mineiro, do sul e do centro-oeste do estado: Itajubá, Brazópolis, Monte Santo de Minas, Lagoa da Prata, Passos, Guaxupé, Alfenas, Poços de Caldas, Uberaba, Uberlândia, Pouso Alegre, Cruzília, Varginha, Três Corações e Araxá.

 

Em Uberaba, homens encapuzados ordenaram que os passageiros descessem antes de colocar fogo em três ônibus.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, esse tipo de incêndio criminoso tem grande velocidade de propagação e pode atingir edificações próximas ou a fiação elétrica.

 

Em Alfenas, no sul de Minas, uma pessoa atirou um coquetel molotov em uma viatura estacionada. Segundo a PM, o homem havia sido preso no mesmo dia e realizou o ataque em retaliação.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sancionada lei que regula profissão de agente de saúde
Especialistas alertam para epidemias de Zika e Chikungunya no verão
Palmeiras bate o Vitória com dois de Deyverson
Untitled Document