Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2018
23 de ABRIL de 2018 | Fonte: Campo Grande News

Meta em MS é vacinar 663 mil do grupo de risco contra a gripe

Estado já distribuiu 300 mil vacinas pelos municípios e deve entregar mais 130 mil a partir de amanhã
Já foram entregues 300 mil doses da vacina (Foto: Marina Pacheco)
Já foram entregues 300 mil doses da vacina (Foto: Marina Pacheco)

Com meta de vacinar mais de 663 mil pessoas do grupo de risco, Mato Grosso do Sul deu início a campanha contra a Influenza-2018. “Nossa meta é vacinar 90% das pessoas público alvo, mas isso também é difícil, as pessoas precisam se conscientizar, cuidar mais da saúde”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Coimbra.

 

Na manhã desta segunda-feira (23), funcionários do Hospital Regional foram vacinados durante um evento para oficializar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza no Estado. Segundo Coimbra, o foco em Mato Grosso do Sul é alcançar pelo menos 90% do público alvo, o que representa 663.656 mil pessoas.

 

Ao todos, são 737.395 mil pessoas no grupo de risco, que enquadra crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, a presos e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.

 

Para o secretário, no entanto, alcançar a meta é um desafio. “As pessoas precisam se conscientizar, cuidar mais da saúde, se prevenir contra a gripe e evitar que o vírus prolifere”, defendeu Coimbra. Como estratégia, a SES investiu na divulgação da campanha e no diálogo com as prefeituras.

 

Segundo a gerente técnica da área de imunização da SES, Katia Barbosa Lima, Mato Grosso do Sul vai receber 811 mil vacinas durante a campanha. Dessas, 300 mil já foram distribuídas entre os municípios e outras 130 mil chegam no Estado entre hoje e amanhã. “A entrega das vacinas foram escalonadas em oito etapas. Isso já vem sendo feito por conta da dificuldade na produção da vacina, mas não há risco de faltar”, afirmou.

 

Para reportagem, o secretário explicou ainda que as 811 mil vacinas não são o suficiente para atender toda a população, mas imuniza todo o grupo de risco. Apesar da campanha começar nacionalmente nesta segunda-feira, cada prefeitura determina a data de início da vacinação. Em Campo Grande, isso acontece nesta terça-feira (24) e na quarta-feira (25) em Dourados.

 

Campanha - De acordo com o escalonamento da entrega da vacina, o início da campanha será para os grupos prioritários do público alvo que são: profissionais de saúde, crianças de 06 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas e professores. A partir do dia 12 de maio, dia D da campanha, a vacinação será estendida para a população com idade acima de 60 anos. Para os demais grupos, a campanha estará disponível apenas no dia 21 de maio.



Untitled Document
Últimas Notícias
Reunião define prazo para regularização de casas da Vila Industrial em Naviraí
Semana na ALMS tem sessão solene, plenárias e CCJR
Abstenção em MS elegeria nove vezes o deputado eleito menos votado no Estado
Untitled Document