Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2018
01 de MARÇO de 2018 | Fonte: Globo Esporte

Felipe Melo se desculpa com Mier por soco: "Lembro disso com pesar"

Volante do Palmeiras responde meia uruguaio, hoje no Junior de Barranquilla, adversário nesta quinta-feira, pela estreia na Libertadores

Quase um ano depois, toda a confusão entre Felipe Melo e alguns jogadores do Peñarol teve um ponto final. Após Matias Mier se desculpar pelo ocorrido em Montevidéu, em jogo válido pela Libertadores de 2017, agora foi a vez do volante do Verdão se posicionar e encerrar o assunto.

Felipe Melo dá soco em Matias Mier na briga de Peñarol x Palmeiras (Foto: EFE/Raúl Martínez)
Felipe Melo durante entrevista em Barranquilla (Foto: Felipe Zito)

Em entrevista no estádio Metropolitano, após o reconhecimento do elenco palmeirense do palco da partida contra o Junior de Barranquilla, Felipe Melo falou sobre uma nova maneira de ser.

 

– Eu achei muito bacana da parte dele. O ser humano é passível de erro. É feio errar, dependendo do erro? É feio. Mas acho que é mais feio ainda quando você não admite o erro. Águas passadas, já passou... Eu vi na entrevista que ele pediu desculpa, eu também peço desculpas por aquele momento. Acabou que foi uma auto-defesa. Mas esse mundo que a gente vive hoje temos de ter paz – disse Felipe Melo.

Felipe Melo durante entrevista em Barranquilla (Foto: Felipe Zito)
Felipe Melo durante entrevista em Barranquilla (Foto: Felipe Zito)

- Tenho mudado muito a minha maneira de ser, tenho visto o quanto tenho sido espelho para muitas crianças. Sobretudo a responsabilidade de ser espelho para crianças dentro das minhas casas, os meus filhos. Bacana da parte dele e da minha também, uma pedra que a gente coloca nisso aí. No mundo de hoje a gente não precisa de briga, precisa de paz – completou.

 

Matias Mier até brincou com o episódio, quando citou que Felipe Melo "tem uma boa direita". A imagem da briga ganhou o apoio da torcida palmeirense na época, tanto que o volante foi presenteado com um porta-retrato com a foto do momento da agressão ao uruguaio.

 

– Muitos falaram do porta-retrato que eu ganhei de presente. Não posso recusar um presente. Mas não é algo que eu lembro como legal que eu fiz. Foi uma defesa, todo mundo viu o que aconteceu. Infelizmente tive de fazer aquilo. Mas é passado, lembro com pesar. Importante é não acontecer. A gente vive num mundo que é pai matando filho, criança matando adulto, adulto matando criança... A gente vive num mundo que temos de orar bastante e pedir para Deus ter misericórdia – comentou o atleta.

 

Nesta quinta-feira, o Palmeiras estreia na Libertadores contra o Junior. O duelo será disputado no estádio Metropolitano, em Barranquilla, às 21h30 (horário de Brasília).

 

Mier é atualmente reserva da equipe colombiana, enquanto que Felipe Melo, além de titular absoluto, é uma referência do time comandado por Roger Machado. Se houver um encontro entre os dois, a briga não será assunto...

 

– O pedido de desculpa, apesar de ser via televisão, já foi dito. Eu desculpo ele de coração. É passado. O importante é não acontecer novamente. Se a gente se encontrar vamos conversar sobre o jogo, dar risada... É difícil falar o que vamos falar no momento, mas sem rancor. O perdão vem de Deus – declarou o volante do Verdão.



Untitled Document
Últimas Notícias
Colheita do milho começa em algumas áreas de MS com previsão de prejuízo
PIB cai 0,4% no trimestre fechado em abril
MS tem 31 casos confirmados de Zika Vírus no ano
Untitled Document