Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
30 de JANEIRO de 2018 | Fonte: G1-MS

Governo reafirma disposição de privatizar a rodovia MS-306

Via possui atualmente um dos maiores fluxos de tráfego entre as estradas sul-mato-grossenses e que demanda um grande investimento para a recuperação.
Trecho da rodovia MS-306, em Chapadão do Sul; via pode ser a primeira a ser privatizada pelo governo do estado (Foto: Prefeitura de Chapadão do Sul/Divulgação)

O secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli, reafirmou nesta terça-feira (30), no Bom Dia MS, da TV Morena, a disposição do governo do estado de entregar para a iniciativa privada a gestão da rodovia MS-306, na região nordeste do estado.

 

A via, que conforme o governo do estado, possui atualmente um dos maiores fluxos de tráfego entre as estradas sul-mato-grossenses e que demanda um grande investimento para recapeamento, poderá ser a primeira rodovia estadual a ser privatizada.

 

Segundo Miglioli, está aberto um Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a realização de estudos técnicos voltados para a adequação de capacidade, reabilitação, operação, manutenção e conservação, que devem balizar futuramente o processo de concessão da estrada.

 

O anúncio de que a MS-306 deverá ser entregue para o setor privado foi feito pelo próprio governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em Costa Rica, em junho do ano passado. Na época, ele disse que com a concessão, o governo espera que se melhorem as condições de trafegabilidade na via, com a restauração, implantação de terceira pista em alguns trechos, recapeamento e mais sinalização.

 

A rodovia, segundo o governo, possui aproximadamente 200 quilômetros de extensão. Começa em Costa Rica, na divisa de Mato Grosso do Sul com Mato Grosso, passa por Chapadão do Sul e termina em Cassilândia. Estimativas do Executivo Estadual, aponta que para recapear a via, seriam necessários investimentos superiores a R$ 250 milhões, o que na conjuntura atual, de crise financeira, torna a obra inviável e justifica o repasse a iniciativa privada para a recuperação e exploração da via.

 

“A MS-306 e o Aquário do Pantanal, são hoje, as grandes preocupações do governo no que se refere a infraestrutura do estado”, concluiu o secretário.



Untitled Document
Últimas Notícias
Com novo nome, Polícia Municipal vai abrir 350 vagas para concurso em Campo Grande
Morador de rua é preso suspeito de tentar matar jovem com pedaço de concreto em MS
Bolsonaro: saúde deve ter base informatizada
Untitled Document