Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 21 DE MAIO DE 2018
20 de JANEIRO de 2018 | Fonte: Globo Esporte

São Paulo é vaiado após empate com o Novorizontino

Diego Souza estreia, Cueva entra, mas São Paulo só empata com Novorizontino.
São Paulo só empata na estreia de Diego Souza (Foto: Estadão)

Diego Souza não estreou como gostaria pelo São Paulo. Em uma fraca atuação da equipe considerada titular, o meia-atacante atuou por 37 minutos no segundo tempo, mas não conseguiu evitar o empate por 0 a 0 com o Novorizontino, neste sábado (20/01), no Morumbi, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. O time deixou o campo vaiado pelos pouco mais de 17 mil torcedores presentes.

 

A partida marcou também o retorno aos jogos de Cueva. O jogador entrou aos 21 minutos da etapa final e não conseguiu melhorar o desempenho da equipe. O peruano perdeu seis dias de pré-temporada por conta de compromissos comerciais em seu país de origem e foi multado pela diretoria.

 

PRIMEIRO TEMPO

Com Diego Souza e Cueva no banco de reservas, o São Paulo teve muita dificuldade para criar no ataque. Os garotos Shaylon e Lucas Fernandes foram pouco produtivos. Coube, então, aos volantes a missão. Petros, aos 15 minutos, acertou a trave em chute de fora da área. Bastante acionado, Marcos Guilherme quase marcou aos 22, mas a defesa do Novorizontino tirou a bola praticamente em cima da linha de gol.

 

A equipe do interior, aliás, passou boa parte do tempo estacionada em seu campo de defesa à espera dos contra-ataques. Quando o espaço apareceu, o time não aproveitou, principalmente por conta dos erros do atacante Rafael Ratão, opção de velocidade pelos lados do campo. Aos 45, o Novorizontino assustou em cobrança de falta de Jean Carlos. Sidão salvou.

 

SEGUNDO TEMPO

Sem mudanças para o segundo tempo, o São Paulo quase marcou logo aos três minutos. Oliveira fez grande defesa em desvio de cabeça de Militão. Como o time não melhorou, a torcida passou a gritar o nome de Diego Souza a partir dos 11 e foi atendida por Dorival imediatamente (ele entrou aos 13 no lugar de Lucas Fernandes).

 

A presença de um atacante mais fixo na área em nada melhorou a atuação. Tanto que, aos 21, Dorival colocou Cueva na vaga de Brenner para tentar melhorar a produção ofensiva. E também não adiantou. Juninho, aos 32, disparou sozinho, driblou Sidão, mas Rodrigo Caio de carrinho evitou o gol.

 

Shaylon, a cinco minutos do fim, perdeu a melhor chance ao furar quase na pequena área. Na sequência, Caique foi derrubado por Cléo Silva, mas o árbitro Luiz Flávio de Oliveira não marcou o pênalti. Aos 43, o juiz acertou ao marcar impedimento em gol de cabeça de Rodrigo Caio. O empate estava decretado.

 

FOI PÊNALTI!

Caique é derrubado por Cléo Silva na área, mas árbitro não marca.



Untitled Document
Últimas Notícias
Maior derrotado da Série A, Santos não perdia tanto desde ano da estreia de Pepe
Bellucci dá 1ª vitória brasileira no quali de Roland Garros
MS tem a melhor geração de emprego dos últimos quatro anos
Untitled Document