Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 17 DE JANEIRO DE 2018
20 de DEZEMBRO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Tereza Cristina alia-se a Mandetta e escolhe ficar no DEM

Deputada criou racha no PSB e namorou o DEM e PMDB
Tereza Cristina e correligionários do DEM durante sua filiação, nesta terça - Foto: Divulgação/DEM

Tereza Cristina escolheu aliar-se a Luiz Henrique Mandetta e assinou na tarde de hoje sua filiação ao Democratas. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), participou da cerimônia de assinatura. Ela estava no PSB, mas saiu do partido depois de contrariar orientação de voto contra a reforma trabalhista e criar um racha. Ela era presidente estadual do PSB.

 

Além do DEM, a deputada mantinha conversas com o PMDB e chegou a participar de encontros com o presidente Michel Temer.

 

"É uma alegria estar em um partido que pensa o país”, afirmou Teresa Cristina. “O Democratas tem bons políticos e representa as mudanças que o país espera que façamos”, opinou.

 

Entre os projetos que ela terá pela frente agora no DEM é presidir a Frente Parlamentar da Agropecuária, posição que foi destacada pelo líder do partido na Câmara, Efraim Filho (PB). "A deputada Tereza Cristina é um excelente quadro. Tem experiência, já exerceu a liderança do PSB e presidirá a Frente Parlamentar da Agropecuária em 2018. Sem dúvida, vai agregar muito à nossa bancada", disse.

 

Em declaração anterior, a deputada disse que pela Frente Parlamentar da Agropecuária vai trabalhar para que medida provisória que altera rito de demarcação indígena seja aprovada no Congresso.

 

REPRESENTATIVIDADE

Com a filiação dela, a sigla agora tem dois representantes de Mato Grosso do Sul na Câmara dos Deputados. Mandetta, que foi quem manteve conversas com Tereza Cristina, elogiou a atuação dela na área da agropecuária.

 

"A Tereza tem uma trajetória dentro do setor produtivo do Mato Grosso do Sul, que é um divisor de águas com a atuação dela como secretária da produção, onde alavancou a economia do nosso estado”, comentou.

 

Rodrigo Maia diminiu a tensão que a deputada passou no PSB e preferiu exaltar o fato de ela ter deixado a liderança do partido - o que aconteceu por pressão interna que culminou em sua destituição.

 

"É uma parlamentar experiente, que teve um gesto de muita grandeza ao abrir mão da liderança de seu partido para se filiar ao DEM. Nossa bancada está crescendo, mas, independente dos números, estamos crescendo em qualidade, atentos às demandas da sociedade e sem abrir mão de nossos princípios”, afirmou.



Untitled Document
Últimas Notícias
Avaí vence e elimina o Corinthians
Agronegócio exporta 16% a mais em MS
Assaltante faz idosa refém durante fuga em MS
Untitled Document