Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 17 DE JANEIRO DE 2018
19 de DEZEMBRO de 2017 | Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Governador diz que busca mais recursos para realização de cirurgias oftalmológicas em MS

Até a próxima sexta-feira (22/12) serão realizados 1,2 mil procedimentos – consultas e cirurgias de catarata.
Para o governador Reinaldo Azambuja, um dos grandes desafios da SES é obter novos recursos para ampliar os atendimentos de consultas e cirurgias eletivas em todo o Mato Grosso do Sul (Foto: Chico Ribeiro)

A movimentação de pacientes no hospital de Câncer Alfredo Abrão (HCAA) era intensa nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (19/12). No prédio da rua Cândido Mariano, no Centro da Capital, as pessoas chegavam aos montes para atendimentos oftalmológicos já agendados pela regulação. Desta terça até sexta-feira (22.12) serão realizados 1,2 mil procedimentos – consultas e cirurgias de catarata.

 

Organizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), com apoio do HCAA, a ação de saúde recebeu a visita do governador Reinaldo Azambuja e do secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra. Ao todo, o Governo investe R$ 1,4 milhão no mutirão. “Esse é um programa do Ministério da Saúde, em parceria com o Estado, que disponibiliza esse recurso para cirurgias eletivas, ou seja, já agendadas”, explicou o governador Reinaldo Azambuja.

 

Foram convocados para os atendimentos os pacientes de 25 municípios que compõem as microrregiões de saúde de Campo Grande e Ponta Porã. Todos eles já estavam na fila do Sistema Central de Regulação (Sisreg) dos municípios de Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Bandeirantes, Bonito, Camapuã, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corguinho, Coronel Sapucaia, Costa Rica, Figueirão, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Paranhos, Paraíso das Águas, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rochedo, São Gabriel do Oeste, Sete Quedas, Sidrolândia, Tacuru e Terenos.

 

Uma das pacientes é Elizabeth Nogueira da Silva, de 64 anos. “Eu achei muito bom isso aqui porque se for para esperarmos a convocação de um a um, vamos esperar quantos anos? Então, já que está tendo esse mutirão, eu acho muito bom. Dá uma agilidade e muitas pessoas saem da fila de espera”, opinou.

Chamada bunker, sala que vai abrigar acelerador linear é construída com R$ 1,5 milhão do Governo do Estado (Foto: Chico Ribeiro)

Haverá uma média de 400 atendimentos diários durante a ação. “E estamos buscando agora um reforço de recursos para que a gente possa estender ainda mais o serviço. Só para se ter uma ideia, nós fizemos 41 mil cirurgias de catarata na Caravana da Saúde, e no pós Caravana. E ainda temos no cadastro de regulação 17 mil pessoas na fila”, revelou Reinaldo Azambuja.

 

Nessa lógica, para o governador, um dos grandes desafios da SES é obter novos recursos para ampliar os atendimentos de consultas e cirurgias eletivas em todo o Mato Grosso do Sul. “O Carlos Coimbra foi a Brasília (DF) hoje para uma reunião com o ministro Ricardo Barros (Saúde) para fazer esse pleito, para expandirmos essas etapas de atendimento para todas as regiões do Estado”, contou.

 

Bunker para acelerador linear

Depois de visitar os consultórios e centros cirúrgicos onde são feitos atendimentos oftalmológicos, o governador percorreu uma área de 150 metros quadrados do HCAA onde é construído um bunker – sala especial que vai abrigar um acelerador linear, equipamentos usado no tratamento de diversos tipos de câncer. O equipamento foi adquirido no ano passado, remanejado de Goiânia (GO), resultado de acordo entre o Governo do Estado e o Ministério da Saúde.

 

A ativação do acelerador linear permitirá o dobro do atendimento em radioterapia do hospital. A estimativa é que a obra do bunker seja concluída em janeiro de 2018, com início dos atendimentos em fevereiro. Na construção da sala que vai abrigar o equipamento são investidos R$ 1,5 milhão dos cofres estaduais.



Untitled Document
Últimas Notícias
Avaí vence e elimina o Corinthians
Agronegócio exporta 16% a mais em MS
Assaltante faz idosa refém durante fuga em MS
Untitled Document