Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2018
30 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Da redação

Palestra sobre reforma trabalhista é realizada na ACEN

Evento foi organizado e realizado pelo Sindivarejo, Acen e Senac e ocorreu no anfiteatro da Associação Comercial e Empresarial de Naviraí.
Evento foi promovido pelo SINDIVAREJO, ACEN e SENAC (Foto: Divulgação)

Com o intuito de auxiliar os empresários de Naviraí e região, sobre como se preparar e melhor entender as mudanças da nova Lei Trabalhista, o Sindicato do Comércio Varejista de Naviraí (SINDIVAREJO) em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Naviraí (ACEN) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) promoveram na noite desta quarta-feira (29/11), uma palestra especifica sobre o assunto.

 

O palestrante foi José Carlos Parpinelli Junior, professor universitário e advogado trabalhista, que apresentou as principais mudanças promovidas pela nova Lei Trabalhista, que entrou em vigor no dia 11 de novembro, e de que forma elas irão impactar nos negócios.

 

A proposta de se promover uma palestra sobre o tema foi apresentada aos empresários no sentido de melhor esclarecer as estratégias e novidades que surgiram a partir da reforma trabalhista e como elas poderão ser empregadas para melhorar a gestão de pessoas. O evento contou com um grande número de empresários do comércio de Naviraí.

Evento reuniu a classe empresarial de Naviraí e teve José Carlos Parpinelli Junior, professor universitário e advogado trabalhista, como palestrante (Foto: Divulgação)

Especialista na área, Parpinelli Júnior detalhou as principais alterações que ocorreram no direito do trabalho, no processo judicial do trabalho e nas relações sindicais a partir de exemplos práticos e reais de situações presentes nas relações trabalhistas entre patrão e empregado. 

 

TEMAS ABORDADOS NA PALESTRA

Jornada de trabalho; o parcelamento de férias, que passa a ser dividida em três vezes;

Contribuição sindical, que se tornou opcional por parte do trabalhador;

Jornada de trabalho 12 x 36, que passará a ser pactuada mediante acordo individual ou coletivo;

Trabalho Intermitente, em que o empregado poderá ser contratado para trabalhar por períodos (de forma não contínua), recebendo pelas horas, dias ou mês trabalhados;

Tele trabalho, de modo que os empregados passam a ser excluídos do regime de controle de jornada, desde que tal condição esteja devidamente prevista em contrato de trabalho;

Fim das horas in itinere (tempo de deslocamento de casa para o trabalho e vice versa), entre tantos outros.

 

De acordo com Paulo Schmitz (presidente do Sindivarejo) e Mário Nelvo (presidente da ACEN), a palestra serviu para sanar muitas dúvidas e sempre que houver necessidade, eventos desta natureza serão promovidos para a classe empresarial esteja preparada para os efeitos da nova lei trabalhista provocará a partir de agora.



Untitled Document
Últimas Notícias
Mutirão de limpeza em Navirai recolhe 200 toneladas de entulho
Você pode ter direito a quase R$ 10 mil para reformar sua casa
TRE-MS encerra hoje inscrições de processo seletivo para estágio
Untitled Document