Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 19 DE JANEIRO DE 2018
27 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Agência Brasil

Joesley Batista é convocado para depor na terça-feira em duas CPIs

Joesley e o irmão Wesley continuam presos por supostamente terem mentido e omitido informações no acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República.

O empresário Joesley Batista, dono da empresa J&F, foi convocado para depor em duas comissões parlamentares de inquérito na próxima terça-feira (28/11), às 9h. Preso desde setembro por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), Joesley Batista deve falar a senadores e deputados da CPI do BNDES e da CPMI da JBS.

 

Joesley, e o irmão Wesley, também preso, teriam mentido e omitido informações no acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República. O ministro do STF Luiz Edson Fachin suspendeu os benefícios do acordo.

 

Em ofício encaminhado à CPI da JBS na quarta-feira (22/11), os advogados de Joesley Batista adiantaram que ele deve permanecer calado durante a reunião. Os defensores do empresário lembram que outras três pessoas convocadas para depor à comissão já ficaram em silêncio: Wesley Batista; o advogado Francisco de Assis e Silva e o ex-executivo da J&F Ricardo Saud.

 

“O exercício do direito ao silêncio é a clara posição a ser tomada diante da atual situação jurídica dos acordos de colaboração premiada. A decisão de manter a oitiva do ora requerente poderá acarretar elevados e desnecessários gastos públicos pela quarta vez”, argumentaram os advogados de Joesley Batista.



Untitled Document
Últimas Notícias
CNH Digital já está disponível em Mato Grosso do Sul
Sétimo lote do abono salarial 2016 começa a ser pago hoje
Avaí vence e elimina o Corinthians
Untitled Document