Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2019
07 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Campo Grande News

Ministério prorroga emergência relacionada à lagarta em lavouras

Lagarta helicoverpa ainda não foi encontrada em quantidades capazes de prejudicar lavouras em MS, mas emergência continua (Foto: Embrapa)

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) prorrogou até julho de 2018 a vigência do decreto de emergência fitossanitária em Mato Grosso do Sul relacionada ao combate da praga Helicoverpa.

 

Segundo informações da Superintendência Regional do órgão, a medida havia sido instituída pela primeira vez em fevereiro deste ano e permite, entre outras coisas, a importação de inseticidas à base de benzoato, cuja entrada no país é proibida em situações normais.

 

A Helicoverpa armigera ataca mais de cem espécies cultivadas ou não, como soja, milho, café e sorgo. O primeiro registro da doença no Brasil ocorreu no oeste da Bahia em fevereiro de 2013.

 

Durante quase três meses (dezembro de 2016, janeiro e fevereiro de 2017), técnicos da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) visitaram propriedades rurais de diversos municípios realizando um levantamento sobre a incidência da Helicoverpa armigera no Estado.

 

Foram encontradas lagartas da espécie na região nordeste, na divisa com Goiás, contudo, em quantidades sem risco de causar prejuízos econômicos. A praga está sendo monitorada diante do risco de surto.



Untitled Document
Últimas Notícias
Ex-presidente do Peru, Alan García se suicida após receber ordem de prisão no caso Odebrecht
Quadrilha usava avião para traficar cocaína de MS para SP
Cursos em diversas áreas são opções de qualificação no Senac de Naviraí
Untitled Document