Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2017
23 de JUNHO de 2017 | Fonte: O Globo

Acionistas vão discutir a saída de Wesley da JBS

BNDES pede convocação de assembleia para tratar do impacto das delações dos irmãos Batista na empresa
Com 21% do capital votante da JBS, o BNDES pode pedir convocação de assembleia. Banco teme efeito da crise sobre valor da companhia e postos de trabalho (Foto: Pedro Teixeira / Agência O Globo)

A BNDESPar enviou carta ontem à JBS pedindo convocação de assembleia extraordinária de acionistas para avaliar os impactos negativos das delações dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da empresa, segundo fonte com conhecimento do assunto. Uma das possibilidades que devem ser debatidas na assembleia é o afastamento da família Batista da gestão da companhia, como antecipado pelo colunista do GLOBO Ancelmo Gois.

 

A carta foi encaminhada por orientação do presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro. Desde que assumiu a presidência do banco, em 1º de junho, vem se inteirando da questão. Pela Lei das S.A., qualquer acionista com mais de 5% do capital da companhia pode convocar uma assembleia. A BNDESPar tem 21% das ações com direito a voto. A família Batista controla a JBS, com 42,5% do capital votante. Caberá ao presidente do Conselho de Administração, Tarek Farahat, marcar a assembleia.

 

MINORITÁRIO QUER COMPENSAÇÃO

 

Joesley Batista renunciou ao cargo de presidente do Conselho no fim de maio. Mas seu pai, José Batista Sobrinho, ainda ocupa a vice-presidência do órgão, no qual Wesley Batista também é membro. Wesley acumula ainda o cargo de presidente executivo da companhia.

 

O afastamento de membros da família Batista do comando da JBS não está explícito na carta. Mas a visão compartilhada pela BNDESPar e outros minoritários é que a presença do clã Batista no dia a dia da empresa agrava a crise de confiança por que passa a gigante do setor de carnes, limitando o acesso a crédito e colocando em risco milhares de empregos.

 

A principal preocupação do BNDES, segundo uma fonte, é com a preservação de valor da companhia e dos postos de trabalho. Líder mundial do setor de proteína animal, a JBS já perdeu metade de seu valor de mercado desde a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, deflagrada em março. A empresa também é alvo da Operação Bullish, que investiga supostas irregularidades em transações que envolvem o BNDES e a JBS.

 

Procurados, BNDES e JBS não fizeram comentários. Paralelamente à articulação para o afastamento da família Batista, a Associação dos Investidores Minoritários do Brasil prepara ação pedindo ressarcimento aos minoritários das perdas causadas pelas irregularidades cometidas pelo comando da JBS. A empresa já pôs vários ativos à venda para honrar compromissos.

 

FIBRIA QUER COMPRAR ELDORADO

 

Outras empresas do grupo J&F seguem em negociação com possíveis compradores. Além dos chilenos da Arauco, a brasileira Fibria entrou na disputa pela Eldorado Brasil, empresa de celulose do grupo. Na semana passada, os chilenos tinham “confidencialidade” nas conversas com os irmãos Joesley e Wesley Batista. Mas, em comunicado ao mercado, a Fibria informou que tem interesse pelo ativo.

 

“A Fibria, como líder mundial na produção de celulose de eucalipto, avalia e monitora constantemente oportunidades de crescimento por meio de aquisições de ativos estratégicos que agreguem valor para a companhia e contribuam para manter o seu papel de liderança no setor. A empresa informa que, apesar do interesse, até o momento, não se vinculou de forma alguma a uma operação de compra dos ativos da Eldorado Celulose”, diz a nota.

 

Analistas da Coinvalores avaliam que a entrada da Fibria na briga pela Eldorado pode ajudar a reverter, a curto prazo, a tendência negativa das ações nos últimos dias. Ontem, os papéis da Fibria caíram 0,45% , a R$ 35,31.

 

Outro analista de mercado avalia que o fato de a Fibria ter uma unidade na mesma cidade que a Eldorado (Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul) traz ganhos de logística para a empresa.

 

— Os ganhos com a sinergia de logística e florestal serão enormes se o negócio se concretizar — diz um analista que prefere não se identificar.

 

ARAUCO TERIA OFERECIDO R$ 11 BI

 

A Arauco é um dos maiores produtores de celulose no mundo e tem negócios em 75 países. No Brasil, tem nove unidades, que fabricam apenas painéis de MDF e não celulose. A Eldorado seria uma porta de entrada nesse mercado no Brasil. Os chilenos contam com a assessoria do banco Santander Brasil. Na quarta-feira, uma comitiva chilena visitou as instalações da Eldorado em Três Lagoas

 

A Fibria é a maior produtora de celulose no mundo e exporta 90% de sua produção. A receita líquida da companhia chegou a R$ 9,6 bilhões no ano passado, com lucro de R$ 1,6 bilhão. Conta com fábricas localizadas em Três Lagoas, Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES).

 

Segundo uma fonte que acompanha o mercado de celulose, a Suzano também teria interesse na fábrica de Três Lagoas, mas não entrou nas negociações. A Suzano não comenta o assunto. Os valores da transação seguem indefinidos. No mercado circula a informação que os chilenos fizeram uma oferta de R$ 11 bilhões.

 

A Eldorado é uma das empresas em situação mais deliciada do Grupo J&F. A companhia está com atraso na construção de uma de suas unidades e endividamento elevado, que chega a R$ 8 bilhões, o que a fez negociar os termos restritivos, chamados de covenants , de algumas operações de crédito com os credores, entre eles bancos como Caixa Econômica Federal, Santander e Banco do Brasil.

 

Depois da delação premiada dos irmãos Batista e do acordo de leniência com multa de R$ 10,3 bilhões, a holding J&F começou a negociar a venda de ativos para fazer caixa. Nesta semana, a JBS, principal empresa do grupo, informou que pretende levantar R$ 6 bilhões com a venda de sua fatia na Vigor, a participação na Moy Park e nos ativos da Five Rivers Cattle Feeding e fazendas.



Untitled Document
Últimas Notícias
SED promove formação dos Jovens Protagonistas Acolhedores
Prefeito Izauri participa de encontro político em Amambai
Vereadores pedem recursos à saúde de Naviraí em encontro com Azambuja
Untitled Document