Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017
16 de MARÇO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Abate de bovinos recua 3,4% no Estado em 2016, aponta pesquisa do IBGE

Apesar da retração, o Estado ainda é o segundo no ranking nacional
Resultado de imagem para abate de bovinos
MS abateu 116 mil cabeças de gado a menos (Foto: Divulgação)

O abate de bovinos em Mato Grosso do Sul caiu 3,4%, o que em números absolutos representou diminuição de 116,46 mil cabeças. A redução foi registrada em 2016 quando comparado o desempenho com 2015, de acordo com pesquisa do IBGE. Apesar da retração, o Estado ainda é o segundo no ranking nacional, respondendo por 15,4% dos abates no país. 

 

Além de Mato Grosso do Sul, outras 19 unidades da federação tiveram desempenho negativo. No país foram abatidas 29,67 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária, o que representou menos 982,83 mil cabeças de bovinos abatidas. Essa foi a terceira queda anual consecutiva na série histórica do abate de bovinos.

 

Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as exportações brasileiras de carne bovina in natura sofreram retração de 0,3% no ano passado. As maiores quedas ocorreram nas exportações para Venezuela (-71.397 toneladas), Rússia (- 38.907 toneladas) e Egito (-13.132 toneladas), compensadas parcialmente por aumentos pelos volumes exportados a outros destinos, especialmente, China (+67.276 toneladas), Arábia Saudita (+28.653 toneladas), Chile (+15.914 toneladas) e Hong Kong (+15.695 toneladas). O preço médio ponderado da carne bovina in natura exportada em 2016 (US$ FOB/kg 4,04) foi 6,6% inferior ao de 2015 (US$ FOB/kg 4,32), já o faturamento com as exportações foram de US$ FOB 4,34 bilhões, sendo 6,8% inferior as do ano anterior. 

 

FRANGO

 

Resultado negativo semelhante também foi registrado para o abate de frangos em Mato Grosso do Sul, com queda de 3,3%. Em números, o porcentual representou redução de 5,70 milhões de cabeças abatidas. No país, em contrapartida, houve pequeno aumento, de 1,1%.



Untitled Document
Últimas Notícias
Onevan acompanha Reinaldo em entrega e lançamento de obras
Líder City marca no fim e bate Feyenoord
MS projeta que Fundo de Equilíbrio Fiscal tenha adesão de 700 indústrias
Untitled Document