Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
27 de JANEIRO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Alto custo de produção pode ofuscar lucro com a soja no MS

No ano passado a safra foi marcada pela falta de chuva, que derrubou o rendimento ficasse para 47 sacas por hectare, em média.

Mato Grosso do Sul abriu oficialmente ontem a colheita da soja  do País, com expectativa de safra recorde. A projeção é de aumento de 8,7% no volume produzido em relação ao ano passado, chegando a 7,868 milhões de toneladas. No entanto, os altos custos de produção da oleaginosa podem frustrar a estimativa de maior lucro por parte dos produtores.

Foto: Divulgação

O alerta é do presidente da Associação de Produtores da Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), Marcos da Rosa, que participou da abertura nacional da safra, realizada na Fazenda Jotabasso em Ponta Porã. O evento reuniu quase mil pessoas e contou com a presença do ministro interino da Agricutltura Eumar Novacki , a governadora em exercício Rose Modesto, parlamentares e lideranças rurais. 

 

O dirigente da Aprosoja Brasil afirma que não há dúvida que a produtividade deste ano será maior que em 2016. No ano passado a safra foi marcada pela falta de chuva, que derrubou o rendimento ficasse para 47 sacas por hectare, em média.

 

“Ainda não há como estimar como será nesta safra. Mas, estamos contanto que volte às médias normais, 50 sacas por hectare, e um ganho de 5 milhões de toneladas, fechando a pouco mais de 100 milhões de toneladas de soja. Alguns terão produtividade mais alta, outros mais baixa. Mas a média será esta”, destacou”.



Untitled Document
Últimas Notícias
Diretor de equipe amadora emite nota de repúdio contra árbitro de Naviraí
Moradora de Itaquiraí morre após acidente de trânsito no Pará
Neymar fala sobre Marquezine, mas faz mistério sobre Demi Lovato
Untitled Document