Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO DE 2017
27 de JANEIRO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Alto custo de produção pode ofuscar lucro com a soja no MS

No ano passado a safra foi marcada pela falta de chuva, que derrubou o rendimento ficasse para 47 sacas por hectare, em média.

Mato Grosso do Sul abriu oficialmente ontem a colheita da soja  do País, com expectativa de safra recorde. A projeção é de aumento de 8,7% no volume produzido em relação ao ano passado, chegando a 7,868 milhões de toneladas. No entanto, os altos custos de produção da oleaginosa podem frustrar a estimativa de maior lucro por parte dos produtores.

Foto: Divulgação

O alerta é do presidente da Associação de Produtores da Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), Marcos da Rosa, que participou da abertura nacional da safra, realizada na Fazenda Jotabasso em Ponta Porã. O evento reuniu quase mil pessoas e contou com a presença do ministro interino da Agricutltura Eumar Novacki , a governadora em exercício Rose Modesto, parlamentares e lideranças rurais. 

 

O dirigente da Aprosoja Brasil afirma que não há dúvida que a produtividade deste ano será maior que em 2016. No ano passado a safra foi marcada pela falta de chuva, que derrubou o rendimento ficasse para 47 sacas por hectare, em média.

 

“Ainda não há como estimar como será nesta safra. Mas, estamos contanto que volte às médias normais, 50 sacas por hectare, e um ganho de 5 milhões de toneladas, fechando a pouco mais de 100 milhões de toneladas de soja. Alguns terão produtividade mais alta, outros mais baixa. Mas a média será esta”, destacou”.



Untitled Document
Últimas Notícias
Mais de 2 mil jacarés são achados no RJ
Irmão de Geddel após ser preso: 'Vão achar nada'
Varejo deve crescer 1,4% em 2017, diz associação
Untitled Document