Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 27 DE JUNHO DE 2017
11 de JANEIRO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Calor e chuvas esparsas devem garantir boa safra em Mato Grosso do Sul

Colheita da soja começa na 2ª quinzena com estimativa de maior produtividade
Montante estimado da produção da safra 2016/2017 é de 7,8 milhões (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado)

Quem já se prepara para iniciar a colheita de soja na segunda quinzena deste mês está comemorando o clima, com sol e chuvas esparsas. Diante do cenário a estimativa é de colher pelo menos 7,8 milhões de toneladas do grão.  Mas os produtores que precisaram atrasar o plantio por conta da seca e vão colher só a partir de meados de fevereiro podem sofrer novamente com o calor e a falta de chuva, contabilizando perdas na produtividade.

 

“A gente esperava uma média de 60 sacas por hectare, mas com a seca que deu, no início do plantio, a gente não vai alcançar isso. E se vier uma seca em fevereiro, aí vai reduzir (a produtividade) para 50 a 52 sacas por hectare”, afirma o presidente do Sindicato Rural de Sidrolândia, Rogério Menezes. Ele explica que a maioria dos produtores do município precisaram atrasar o plantio por conta do clima na época e, consequentemente, vão colher mais tarde e correr o risco de sofrer novamente com os efeitos da seca. 

 

“Se não tiver chuva em fevereiro, prejudica o enchimento do grão de soja. A colheita deve começar em fevereiro e terminar só em março, então, nesse período o grão ainda precisa de chuva”, justifica, lembrando que a estiagem também pode atrapalhar o plantio do milho, que é feito logo após a colheita da soja. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Cassems tem aprovação de 81% dos usuários do Estado, aponta pesquisa
Temer sanciona lei que permite preço diferente para cada forma de pagamento
Empresários do Estado terão 15 dias para pagar ICMS de mercadorias
Untitled Document